Brazil's govt debt falls to 78.5% of GDP in March amid new primary surplus



BRASILIA, May 16 (Reuters) - Brazil's government debt as a share of gross domestic product fell to 78.5% in March, the lowest level in almost two years, with improved revenues in states and municipalities leading to a new primary surplus for the month.

That compares with a gross debt of 79.2% of GDP in February, to the best result since April 2020 (78.4%), when the country was beginning to be hit by the coronavirus pandemic.

Booming revenue, helped by a surge in commodities, has lifted the government's budget, while expenditures have not grown at the same pace due to a constitutional spending cap.

The public sector surplus excluding interest payments reached 4.3 billion reais ($846.54 million) in March, which led to a surplus equivalent to 1.37% of GDP in the 12 months.

Brazil's states and municipalities posted a 11.9 billion-reais surplus in the month, once again benefiting from larger federal government transfers and higher fuel-related revenues.

State-owned companies recorded a 242 million-reais surplus and the central government posted a 7.8 billion-reais deficit.

The figures, released late due to a continuing strike by central bank employees, also showed a nominal result, which includes the payment of interest on the public debt, of a 26.5 billion-reais deficit in March.

The 12-month nominal deficit dropped to 3.15% in March, from 3.38% in February.

($1 = 5.0795 reais)
Reporting by Marcela Ayres; editing by Jonathan Oatis

Isenção de Responsabilidade: As entidades do XM Group proporcionam serviço de apenas-execução e acesso à nossa plataforma online de negociação, permitindo a visualização e/ou uso do conteúdo disponível no website ou através deste, o que não se destina a alterar ou a expandir o supracitado. Tal acesso e uso estão sempre sujeitos a: (i) Termos e Condições; (ii) Avisos de Risco; e (iii) Termos de Responsabilidade. Este, é desta forma, fornecido como informação generalizada. Particularmente, por favor esteja ciente que os conteúdos da nossa plataforma online de negociação não constituem solicitação ou oferta para iniciar qualquer transação nos mercados financeiros. Negociar em qualquer mercado financeiro envolve um nível de risco significativo de perda do capital.

Todo o material publicado na nossa plataforma de negociação online tem apenas objetivos educacionais/informativos e não contém — e não deve ser considerado conter — conselhos e recomendações financeiras, de negociação ou fiscalidade de investimentos, registo de preços de negociação, oferta e solicitação de transação em qualquer instrumento financeiro ou promoção financeira não solicitada direcionadas a si.

Qual conteúdo obtido por uma terceira parte, assim como o conteúdo preparado pela XM, tais como, opiniões, pesquisa, análises, preços, outra informação ou links para websites de terceiras partes contidos neste website são prestados "no estado em que se encontram", como um comentário de mercado generalizado e não constitui conselho de investimento. Na medida em que qualquer conteúdo é construído como pesquisa de investimento, deve considerar e aceitar que este não tem como objetivo e nem foi preparado de acordo com os requisitos legais concebidos para promover a independência da pesquisa de investimento, desta forma, deve ser considerado material de marketing sob as leis e regulações relevantes. Por favor, certifique-se que leu e compreendeu a nossa Notificação sobre Pesquisa de Investimento não-independente e o Aviso de Risco, relativos à informação supracitada, os quais podem ser acedidos aqui.

Usamos cookies para lhe dar a melhor experiência no nosso website. Ler mais ou alterar as configurações de cookies.

Aviso de risco: O seu capital está em risco. Os produtos alavancados podem não ser adequados para todos. Recomendamos que consulte a nossa Divulgação de Riscos.