IMF says poor countries need nearly $500 billion in external financing through 2026



By David Lawder

WASHINGTON, Dec 8 (Reuters) - Low-income countries will need nearly $500 billion in external financing during the 2022-2026 period, the International Monetary Fund said on Thursday, an increase of about $57 billion from a year-ago estimate due largely to spillovers from Russia's war in Ukraine.

The IMF said in a new policy paper that the Ukraine war, which has exacerbated inflation with major increases in global food, energy and fertilizer prices, will slow down the recovery of low-income countries from the COVID-19 pandemic and further delay income per-capita convergence with more advanced economies.

The IMF said the fiscal position of low-income countries "is increasingly under stress as governments ramped up spending to address the impact of the pandemic and the war in Ukraine, and to protect the vulnerable from high food and fuel prices. As a result, debt vulnerabilities have intensified."

It said growth in 2022 in these countries has lost momentum, while rapidly accelerating inflation has widened fiscal deficits.

While debt sustainability indicators have not yet reached levels seen on the eve of the 1996 launch of the IMF-World Bank Heavily Indebted Poor Countries (HIPC) initiative, the shift in the creditor landscape toward non-Paris Club and private creditors "brings new challenges for a swift and orderly debt restructuring," the IMF said.

China has become the world's largest bilateral creditor in recent years,

drawing increasing criticism from Western countries for its reluctance to grant debt relief to distressed developing countries.

The Fund's latest forecasts come a day after the World Bank issued a

new report

on the rising debt burden for the world's poorest countries, predicting that they will now spend over a tenth of their export income -- $62 billion -- to service external bilateral debt, the highest proportion since 2000.

The IMF said that the 2022-2026 external funding needs for low-income countries aimed at addressing the legacies of the COVID-1 pandemic, accelerate stalled income growth and rebuild external buffers would total about $440 billion, about the same as an estimate a year ago for the 2021-2025 period.

But the additional 2022-2023 funding needs prompted by the Ukraine war would bring that total to at least $497 billion, the IMF said.
Reporting by David Lawder; Editing by Chizu Nomiyama

Isenção de Responsabilidade: As entidades do XM Group proporcionam serviço de apenas-execução e acesso à nossa plataforma online de negociação, permitindo a visualização e/ou uso do conteúdo disponível no website ou através deste, o que não se destina a alterar ou a expandir o supracitado. Tal acesso e uso estão sempre sujeitos a: (i) Termos e Condições; (ii) Avisos de Risco; e (iii) Termos de Responsabilidade. Este, é desta forma, fornecido como informação generalizada. Particularmente, por favor esteja ciente que os conteúdos da nossa plataforma online de negociação não constituem solicitação ou oferta para iniciar qualquer transação nos mercados financeiros. Negociar em qualquer mercado financeiro envolve um nível de risco significativo de perda do capital.

Todo o material publicado na nossa plataforma de negociação online tem apenas objetivos educacionais/informativos e não contém — e não deve ser considerado conter — conselhos e recomendações financeiras, de negociação ou fiscalidade de investimentos, registo de preços de negociação, oferta e solicitação de transação em qualquer instrumento financeiro ou promoção financeira não solicitada direcionadas a si.

Qual conteúdo obtido por uma terceira parte, assim como o conteúdo preparado pela XM, tais como, opiniões, pesquisa, análises, preços, outra informação ou links para websites de terceiras partes contidos neste website são prestados "no estado em que se encontram", como um comentário de mercado generalizado e não constitui conselho de investimento. Na medida em que qualquer conteúdo é construído como pesquisa de investimento, deve considerar e aceitar que este não tem como objetivo e nem foi preparado de acordo com os requisitos legais concebidos para promover a independência da pesquisa de investimento, desta forma, deve ser considerado material de marketing sob as leis e regulações relevantes. Por favor, certifique-se que leu e compreendeu a nossa Notificação sobre Pesquisa de Investimento não-independente e o Aviso de Risco, relativos à informação supracitada, os quais podem ser acedidos aqui.

Usamos cookies para lhe dar a melhor experiência no nosso website. Ler mais ou alterar as configurações de cookies.

Aviso de risco: O seu capital está em risco. Os produtos alavancados podem não ser adequados para todos. Recomendamos que consulte a nossa Divulgação de Riscos.