Metais Preciosos

6 classes de ativos - 16 plataformas de negociação - mais de 300 instrumentos
Negocie forex, ações individuais, mercadorias (commodities), metais preciosos, energias, e índices de ações através da XM.

Metais preciosos - Spreads /condições

Instrumentos de metais à vista

Par de moedas Flutuação mínima
de preços
Spreads
tão baixos quanto***
Spreads médios*** Valor de swap longo
(pontos)**
Valor de swap curto
(pontos)**
Valor de 1 lote Níveis de limite e paragem***
GOLD 0.01 0.4 0.47 -10.53 -1.32 100 oz 1
SILVER 0.001 0.037 0.048 -5.5 -5.01 5000 oz 0.14
Par de moedas Flutuação mínima
de preços
Spreads
tão baixos quanto***
Spreads médios*** Valor de swap longo
(pontos)**
Valor de swap curto
(pontos)**
Valor de 1 lote Níveis de limite e paragem***
GOLDmicro 0.01 0.4 0.47 -10.53 -1.32 1 oz 1
SILVERmicro 0.001 0.037 0.048 -5.5 -5.01 50 oz 0.14
Par de moedas Flutuação mínima
de preços
Spreads médios*** Valor de swap longo
(pontos)**
Valor de swap curto
(pontos)**
Valor de 1 lote Níveis de limite e paragem***
SILVER. 0.001 0.035 -5.5 -5.01 5000 oz 0.14
GOLD. 0.01 0.21 -10.53 -1.32 100 oz 1

O requisito de margem para ouro e prata é calculado da seguinte forma: Lotes * Tamanho do contrato * Preço de mercado / Alavancagem.

Horário de negociação de ouro e prata
(Fuso horário GMT+02 (a hora muda no verão))

Segunda-feira – Quinta-feira: 01:05 – 23:55
Sexta-feira: 01:05 – 23:50

Outros metais

Símbolo Descrição Flutuação mínima
de preços
Valor da flutuação mínima do preço Spreads
A partir de
Valor de 1 lote Tamanho mín./máx. da operação Percentagem de margem Níveis de limite e paragem***
PALL Palladium 0.10000 USD 1 4 10 Troy ounces 1/50 4.5 % 10
PLAT Platinum 0.10000 USD 1 3 10 Troy ounces 1/50 4.5 % 8
Símbolo Descrição Hora do servidor Dia da semana Segunda-feira (aberto) Sexta-feira (encerrado)
PALL Palladium GMT +3 01:05-23:55 01:05 23:10
PLAT Platinum GMT +3 01:05-23:55 01:05 22:10
Instrumento Status Nov
16
Dec
16
Jan
17
Feb
17
Mar
17
Apr
17
May
17
Jun
17
Jul
17
Aug
17
Sep
17
Oct
17
Palladium
(PALL)
Aberto 29/08/16 28/11/16 24/02/17 29/05/17
Palladium
(PALL)
Encerrado (apenas) 28/11/16 24/02/17 29/05/17
Palladium
(PALL)
Expiração 29/11/16 27/02/17 30/05/17
Platinum
(PLAT)
Aberto 22/09/16 28/12/16 29/03/17 28/06/17
Platinum
(PLAT)
Encerrado (apenas) 28/12/16 29/03/17 28/06/17
Platinum
(PLAT)
Expiração 29/12/16 30/03/17 29/06/17

* Nível mínimo para a colocação de ordens Stop Loss e Take Profit ao preço de mercado atual.

** Se você deixar uma posição aberta para o próximo dia útil, pagará ou obterá o valor certo, que é calculado com base na diferença das taxas de juro das duas moedas de um par. Esta operação é chamada de "swap." No terminal de negociação, o "swap" é automaticamente convertido para a moeda de depósito. A operação é realizada às 00h00 (Fuso horário GMT+02 (a hora muda no verão)) e pode demorar vários minutos. Entre quarta e quinta-feira, o swap é cobrado por três dias.

*** Os spreads médios aqui indicados são calculados ao longo do dia. Estes tendem a ser mais restritos perante condições normais de mercado. Contudo, os spreads podem aumentar após o anúncio de notícias importantes, durante incerteza política, eventos inesperados que dão origem a condições voláteis de mercado, ou no final de um dia útil e em fins de semana em que a liquidez é menor. Se você realizar operações cambiais conosco, a Trading Point será a sua contraparte. As suas operações cambiais são correspondidas e qualquer exposição posterior superior a limites predefinidos é protegida pelos nossos bancos parceiros (os nossos fornecedores de liquidez) ao spread de mercado atual. Porém, durante condições voláteis e ilíquidas de mercado, os nossos fornecedores de liquidez cotam spreads maiores do que o normal. Nestes momentos, a Trading Point é forçada a passar alguns dos aumentos de spreads para os seus clientes.

O requisito de margem para CFDs é calculado da seguinte forma: Lotes * Tamanho do contrato * Preço de abertura * Percentagem de margem; a alavancagem da sua conta de negociação não é considerada.

Quando se utiliza a proteção de riscos (hedging), a margem em CFDs é sempre de 50%.

As datas são indicativas e estão sujeitas a alterações.

A negociação de ouro e o mercado de metais preciosos

O ouro e outros metais preciosos - em conjunto com o petróleo bruto, petróleo ou cobre - são mercadorias pesadas (hard commodities) que desempenham um papel importante no mercado de mercadorias, e são bens comercializáveis com base em contratos. Os contratos baseados em metais preciosos podem incluir futuros, preços à vista, contratos a prazo (forwards) e opções.

O intermediário que permite que os contratos de futuros sejam negociados é o mercado de futuros (ou de mercadorias). Investidores no mundo inteiro podem aceder a cerca de 50 grandes mercados de mercadorias (commodities), com os metais preciosos - tais como ouro, prata, platina e paládio - sendo os principais ativos negociados, devido ao seu alto valor económico e à sua durabilidade. Enquanto a Ásia tem o maior mercado de metais preciosos do mundo (a China, a Índia e a Singapura são os principais consumidores destas mercadorias), o mercado de mercadorias é dominado por empresas europeias e americanas, com as maiores empresas de metais preciosos situadas no Canadá e na Alemanha.

Para além de moedas e de índices de ações, ouro e outros metais preciosos, o mercado de futuros também é muito ativo e está disponível 24 horas por dia, exceto aos fins de semana. Em geral, os metais preciosos são comprados através de dois métodos principais: contratos à vista e contratos de futuros. Enquanto os contratos à vista envolvem a compra ou venda física destas mercadorias, para pagamento e entrega na data local (tipicamente dois dias úteis depois da data de negociação), os futuros são contratos normalizados, mutuamente acordados por duas partes, para comprar ou vender metais preciosos de uma quantidade e qualidade específicas, por um preço acordado (denominado por preço de futuro), com entrega e pagamento numa data futura (chamada de data de entrega). A compra e venda de futuros ocorrem sem a propriedade física real das mercadorias negociadas e são feitas através da internet.

Negociação de ouro e metais preciosos

Os metais preciosos mais negociados são o ouro, a platina, o paládio e a prata, e o alto volume de negociação destas mercadorias (commodities) é atribuído ao seu valor intrínseco retido, independentemente das condições económicas. A preferência pela compra online (através da internet) - e inclusive pela propriedade física - de metais preciosos como investimento de longo prazo tem aumentado consideravelmente nas últimas décadas. A negociação de metais preciosos também apresenta oportunidades para os interessados em investimentos de curto prazo, uma vez que os contratos negociados em bolsa e derivados são formas menos capitalistas e mais simples de adotar uma posição sobre os movimentos dos preços.

Ao contrário da maioria das mercadorias que dependem principalmente dos níveis de produção e consumo, os preços de negociação de ouro (como exemplo) não o são; estes seguem o pulso das mudanças políticas e possibilitam que o ouro funcione como proteção contra outros mercados em tempos de incerteza. Em conjunto com o ouro, a platina, o paládio e a prata também são ativos valiosos e negociados pelos investidores que os consideram valiosos em tempos de incerteza monetária.

Há diversos fatores que afetam a flutuação de preços e podem causar volatilidade no mercado de metais preciosos. Um dos fatores mais importantes são as instituições financeiras internacionais, cujos investimentos são de natureza especulativa e podem fazer com que os movimentos de preços subam e desçam. Outro fator que influencia o mercado são as tendências dos utilizadores finais, as quais são principalmente provocadas pelos compradores de joias: a procura de joalharia faz com que os preços dos metais preciosos subam. A economia também exerce um impacto sobre os preços de mercado. Numa economia global de sucesso, o nível de riqueza está diretamente relacionado com a procura de ouro e de outros metais preciosos; quando os investidores procuram opções de investimento que apresentam um risco mais alto, os preços de certos metais preciosos descem, enquanto os preços de outros sobem. Por último, mas não menos importante, as alterações na procura de outros ativos financeiros - para além dos metais preciosos - também contribui para as flutuações dos preços.

Vista geral histórica da negociação de ouro e metais preciosos

Os metais preciosos - e o ouro em particular - representam o símbolo da riqueza. Até nos tempos pré-históricos, quando o ouro era utilizado como moeda de troca, assim como ao longo dos séculos, quer na forma de moedas, ou barras e lingotes de pureza e peso fixos, o ouro era um bem valioso e muito procurado. As primeiras moedas de ouro apareceram em 600 a.C. e o seu uso para troca monetária (norma de ouro) durou até à década de 1930. Como metal eletricamente condutor e maleável, o ouro não é reativo a outros elementos, e é usado em diversas indústrias, incluindo joalharia, química comercial, e eletrónica para medicina. Como bem monetário, o ouro só foi substituído pelo sistema monetário fiduciário depois de 1976, mas continuou a representar um sólido ativo de investimento até à atualidade.

Em conjunto com o ouro, durante mais de 4 mil anos, a prata também tem sido usada para troca monetária, com a norma de prata a durar até ao século XIX. A procura industrial, comercial e de consumo fazem com que a prata seja um forte ativo de investimento, e os derivados - tais como os futuros de prata - são negociados em vários mercados cambiais no mundo inteiro. Com o surgimento da possibilidade de negociar online, a comercialização dos produtos de prata tem representado uma forma fácil para os investidores obterem exposição ao preço da prata e investir a longo prazo.

Em comparação com a negociação de ouro e prata, os quais têm estado presentes como ativos de investimento desde os tempos antigos, a platina e o paládio têm uma história mais curta no setor financeiro. Contudo, devido à sua escassez e à sua quantidade de produção mineira anual, em conjunto com os seus diversos usos em várias áreas industriais, às vezes tendem a ser vendidos a um preço ainda maior do que o ouro. Dez vezes mais raro do que o ouro, a platina está associada à riqueza, e as ligas de ouro e platina brancas foram usadas muito cedo, mais precisamente na civilização pré-colombiana. Na Europa, a primeira referência à platina foi feita no século XVI, e desde o século XVIII, tem sido usada nos setores da joalharia, automóvel e química, odontologia e inclusive medicina.

Semelhante à platina, o paládio também desempenha um papel essencial na tecnologia. Desde a sua descoberta na Europa do século XIX, a procura mundial de paládio aumentou sobretudo na indústria automóvel, mas também é amplamente usada na medicina, na indústria elétrica, na joalharia e, claro, como ativo de investimento. Devido à oferta e procura (ou seja: a determinação dos preços no mercado), em períodos de estabilidade económica sustentada, o preço da platina e do paládio pode ser tanto quanto o do ouro, ou superior, enquanto os seus preços podem cair para baixo do preço de ouro em períodos de instabilidade económica, fazendo com que o ouro seja o metal mais estável para investir.

Negociação de ouro e metais preciosos nos dias de hoje

Desde a década de 1970, os metais preciosos têm sido algumas das mercadorias pesadas (hard commodities) mais populares para investir. Além do mercado cambial (forex), o investimento a longo prazo em ouro e outros metais preciosos é uma forma internacionalmente popular de gerir riscos de portefólios durante tempos de inflação ou incerteza económica e/ou política.

Os contratos de futuros são os chamados contratos de derivados, o que significa que o seu valor deriva do desempenho do ativo subjacente. Um dos principais objetivos do investimento em futuros de metais preciosos é a mitigação de riscos: dada a capacidade do comprador e vendedor do contrato de fixar preços ou taxas de forma antecipada para transações futuras, ambos podem proteger-se contra movimentos de preços drásticos ou súbitos, passíveis de causar maiores perdas.

Os metais preciosos podem ser negociados em ambas as direções: quando se espera que o mercado adote uma tendência ascendente (tendência de alta), as operações (trades) podem ser colocadas ao comprar um contrato de futuros (adoção de uma posição longa) e sair da operação, vendendo-a; se houver antecipação de um movimento descendente (tendência de baixa), as operações poderão ser colocadas ao vender um contrato de futuros (adoção de uma posição curta) e sair da operação através da compra de um contrato. Também é dada a possibilidade de negociar múltiplos contratos de futuros, o que envolve efetuar várias entradas e saídas separadas; ou seja: entrar em contratos a preços diferentes e sair a outro preço, ou vice-versa. A capacidade de negociar em ambas as direções permite que os investidores obtenham ganhos, independentemente dos movimentos ascendentes ou descendentes do mercado.

Política de Cookies: XM.COM utiliza cookies. Se continuar a utilizar o website, isso significa que concorda com esta política. Para obter mais informações, consulte Divulgação de Cookies.